One more day off my life

3 Jan

… E enfim acabava uma história da qual saí magoada, como sempre. Prometi à mim mesma não me envolver demais com as pessoas, especialmente as de longe, e foi exatamente o que eu não consegui cumprir.

Certa vez ouvi falar que o ser humano só cura mesmo a dor de uma paixão que deu errado encontrando outra. Não gosto de generalizar por isso vou apenas colocar como sendo uma boa definição sobre mim. Talvez. Infelizmente.

(Também odeio meus parágrafos curtos, mas que seja, não me importo se alguém se importar com isso.)

Há meio que um padrão nas minhas histórias. Um começo bonito, um meio relutante e com falsas esperanças, no final eu saindo triste, e continuando assim até aparecer outra pessoa pra que tudo se repita. Geralmente esse tempo entre estar esquecendo e encontrar alguém legal é ótimo. Consigo ficar bem, me distrair até com coisas não tão interessantes, reforçar laços de amizade, etc.

Mas eu quero mesmo é desabafar sobre o que anda me fazendo mal nos últimos dias (meses, se for dramaticamente exata). Acho que estou numa fase entre o meio relutante e o final não-feliz.

Me sinto cansada. Muito cansada. De sentir tanto por quem eu sei que não vai retribuir isto. Penso em todo o tempo que passei (e ainda passo) imaginando como seria minha vida mais perto dessa pessoa. Como tudo seria se ele gostasse de mim do mesmo jeito que eu dele. Em quais sensações maravilhosas eu experimentaria sabendo que ele por alguns momentos ao menos pensa em mim e que gostaria de me abraçar, conversar sobre toda e qualquer coisa, desde assuntos polêmicos e importantes até as mais variadas besteiras, de ouvir música juntos, olhar nos olhos um do outro por algum tempo e depois rir, tudo isso entre muitas outras situações, tanto quanto eu a ele. Poderia escrever muito sobre o que já imaginei acontecendo, mas acabo desanimando quando lembro que tudo nunca vai passar de meras expectativas.

Receio de contar o que eu sinto pela reação esperada não ser a que eu realmente queria…

É triste imaginar outra pessoa compartilhando um beijo com o qual você sonha já há algum tempo. Tocando as mãos que você gostaria de sentir passeando pela sua pele. Olhando nos olhos que te trariam mais conforto, e que a cada dia parecem mais distantes e inalcansáveis. Vê-lo brincar, flertar com outras meninas, mesmo sabendo que de brincadeira, e lembrar que um dia já foi assim comigo. Que já se preocupou, lembrou de mim antes de dormir, ao acordar ou em algum momento aleatório do dia… Será que se eu tivesse feito algo de outra maneira as coisas teriam dado certo? Jamais saberei.

Dói ter que aceitar os fatos, deixar a pessoa em quem você mais encontrou coisas em comum ir. Não que estivesse prezo à mim de alguma forma, mas deixá-lo ir embora da minha vida. Quem vai sentir falta sou eu, obviamente.

Sei que ele não gosta de mim, isso já foi deixado claro. Mas é difícil esquecer quando não se consegue manter distância. Curar, quando o que se quer mesmo é mais do veneno. Saber que é feliz com a companhia de alguém que não eu, machuca. Principalmente por ter a certeza de que é impossível outra pessoa sentir tanto.

Não entendo como a vida pode ser tão complicada às vezes. A única pessoa que eu quero é ele, e ironicamente, isso é impossível. Fico triste por não ser correspondida, e talvez essa minha tristeza incompreendida o afaste ainda mais.

Distração nenhuma faz com que ele saia dos meus pensamentos.

No fundo mesmo, a última coisa que eu gostaria era ter de esquecê-lo. Sempre as falsas esperanças mentem dizendo que em algum momento o jogo pode virar, e ele começar a sentir algo de verdade por mim. Ainda acredito nisso por fraqueza, inocência, estupidez, ou sei lá. Também não sei por quanto tempo ainda vou conseguir aguentar sofrendo assim, então que tudo se resolva naturalmente e logo. Só espero que alguma luz apareça no tunel, apontando para qualquer saída que seja. Porque por enquanto não enxergo nada além de você,                               . ):

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: